Prefeitura bate recorde histórico no registro de microemprendedor

            Ponta Grossa inicia o mês de setembro com o maior número de microempreendedores que entraram para a economia formal, em toda sua história. Em pleno mês de setembro, a sala do empreendedor formalizou o microempreendedor de número 1.000. No ano passado esse número foi atingido somente no mês de dezembro, fechando 2013 com 1006 empreendimentos formalizados. Ana Paula Neri, empresária que atua em um salão de beleza, foi à milésima empreendedora a formalizar o próprio negócio na Sala do Empreendedor de 2014.
O número de novos microempreendimentos formalizados pela Sala do Empreendedor da prefeitura de Ponta Grossa deve dobrar de um ano para o outro. Em 2012 foram oficializadas 301 microempresas. “Esse resultado é decorrente também das novas indústrias que estão se instalando na nossa cidade que trazem investimento e oportunidades para os microempreendedores”, explica a chefe de Divisão de Fomentos ao Empreendedorismo da Secretaria de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional, Tônia Mansani.
Tônia lembra que a formalização da microempresa é importante para o empresário, porque dessa forma ele é beneficiado com assessoria completa - prestada na Sala do Empreendedor - com incentivos fiscais, como isenção das taxas de alvará e da Vigilância Sanitária, além de acesso a aposentadoria, auxílio-doença, auxílio-reclusão, e licença-maternidade no caso das mulheres, entre outros. E a contribuição é relativamente baixa: para algumas atividades, como prestadores de serviços, o imposto a ser pago é de R$ 41,20 mensais. No caso de microempreendedores que se dedicam ao comércio, fica em R$37,20 ; e atividade mista tem um valor fixo mensal de R$ 42,20.
Outras informações e o melhor caminho para se formalizar e garantir benefícios para o empreendedor e sua família podem ser encontrados no site www.pontagrossa.pr.gov.br/MEI ou diretamente na Divisão de Fomentos ao Empreendedorismo da Secretaria de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional.