Wosgrau recebe comitiva de Jiaxing

O prefeito Pedro Wosgrau Filho recepcionou na tarde de ontem (quinta, 4 de outubro), uma comitiva de dirigentes municipais de Jiaxing, cidade da província chinesa de Zhejiang que, desde os anos 90, tem status de cidade-irmã de Ponta Grossa. Além do prefeito, participaram da recepção aos dirigentes de Jiaxing a secretária municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Liliana Ribas Tavarnaro; o presidente da Associação Comercial, Jordão Bahls de Almeida; o coordenador regional da Federação das Indústrias do Estado do Paraná, Laertes Bittencourt, e a presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas, Izabel Cristina Bahls de Almeida.A comitiva chinesa foi liderada pelo prefeito do Governo Popular Municipal de Jiaxing, Dongyao Qiu, e integrada também vice-secretário-geral da cidade de Jiaxing, Quanlin Wu; pelo diretor da Comissão Administrativa e de Supervisão das Iniciativas Estatais, Fuxiang Sheng; pelo diretor do Gabinete de Negócios Estrangeiros, Hongtao Ma, e pelo diretor do Escritório de Comércio Exterior e Cooperação Econômica, Chen Lizhong.Durante a audiência, o prefeito de Jiaxing – cidade com cerca de 5 milhões de habitantes e um dos portos mais importantes da China – destacou o interesse em buscar informações sobre a situação econômica e social de Ponta Grossa, além de convidar o prefeito e membros da administração municipal para uma visita à cidade-irmã chinesa.Com uma taxa de desemprego inferior a 4% e indicadores econômicos expressivos, Jiaxing no entanto enfrenta sérios problemas de ordem habitacional, de saneamento e instrução. O prefeito Dongyao Qiu informou a Wosgrau que sua prioridade hoje é zerar o desemprego e gerar mais renda – um dos principais problemas daquela cidade, que apesar de contar com números robustos de Produto Interno Bruto, tem salários médios inferiores ao praticado em Ponta Grossa. Mesmo recebendo anualmente perto de 16 milhões de turistas, dos quais 500 000 estrangeiros, e tendo 7% de suas receitas oriundas do setor, o governo de Jiaxing busca know-how em Ponta Grossa, destacando o caráter turístico da cidade. Os chineses também estão interessados nas possibilidades de emparceiramento comercial com o empresariado local: a cidade responde por 11% da produção de seda natural da China, mas também tem fortes raízes no modelo mais tradicional: 12% de seu PIB vem do meio rural. Além disso, Jiaxing movimenta em seu porto mais de 20 milhões de toneladas.Dongyao Qiu manifestou ainda sua honra por ser o primeiro dirigente de Jiaxing a visitar Ponta Grossa desde que as cidades formalizaram o protocolo de irmandade, e elogiou os investimentos que vêm sendo feitos pela administração local nas áreas de saúde e qualificação profissional, principalmente.O prefeito Wosgrau Filho, por sua vez, agradeceu o convite para visitar a China – lembrando que esteve no Japão, durante seu primeiro mandato – e revelou sua expectativa na concretização de alianças comerciais rentáveis para ambas as cidades, a partir do estreitamento de suas relações.Além da prefeitura, a comitiva de Jiaxing visitou ontem também indústrias e a Universidade Estadual de Ponta Grossa.