Transporte Coletivo: AMTT realiza vistoria dos ônibus que circulam no município

por Josué Teixeira
 
A Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte (AMTT) deu início à vistoria anual da frota utilizada pela Viação Campos Gerais (VCG) no atendimento à população do município. A ação, que visa garantir o bom funcionamento do transporte coletivo na cidade, consiste na verificação de diversos itens – lacres, roletas, elevadores, campainhas, etc – pelos técnicos da AMTT, além da aferição de alguns  dispositivos  pelo Inmetro, como por exemplo o cronotacógrafo, que mede a velocidade e a quilometragem percorrida durante o dia.
Sobre essas vistorias, o chefe de fiscalização viária da AMTT, Luiz Eduardo Lemes, explica que o processo faz parte das exigências previstas na Lei Municipal nº 7018/2002. “Ela dispõe sobre os aspectos relacionados ao sistema de transporte coletivo, incluindo a questão do acompanhamento e fiscalização por parte da AMTT.  Nós realizamos o acompanhamento constante da frota, sendo que semanalmente é feita uma vistoria da limpeza e acessibilidade, que servem como indicadores de qualidade do sistema. No entanto, anualmente, fazemos um trabalho mais amplo, verificando  lacres e tacógrafos, realizando a fiscalização da contagem de giro de roleta por amostragem e toda a parte visual do ônibus, como escadas, bancos, campainhas, sanfonas dos articulados e limpeza”, declara. Lemes também conta que, além desses itens, toda a parte mecânica e elétrica é submetida a avaliação técnica para garantir que os carros estejam em plenas condições de circulação .  “Após a vistoria realizada pelos nossos técnicos, nós também recebemos um laudo, feito por um engenheiro mecânico, que atesta que as partes elétrica e mecânica estão dentro dos padrões exigidos”, completa.
De acordo com a diretora do departamento de transporte da AMTT, Rosana Cruz, todos os ônibus que atendem os cidadãos do município serão analisados pelo órgão. “Atualmente, a frota disponibilizada pela concessionária  para o atendimento da população soma mais de 215 carros, distribuídos em aproximadamente 100 linhas. Nós realizaremos a verificação de todos esses veículos. Caso seja verificada alguma situação que precise ser corrigida, iremos solicitar a adequação imediatamente, garantido, dessa forma, que o nosso cidadão tenha acesso a uma frota segura e dentro dos padrões exigidos”, conclui Rosana.