EDUCAÇÃO: Futuros professores recebem orientações sobre a Rede Municipal

Rodrigo K.
Fotos: Vanderson Padilha
 
Alunos de Magistério do Instituto de Educação e do Colégio Santana receberam palestra da secretária Esméria Saveli. Em breve os alunos farão estágio na Rede Municipal.
 
A secretária de Educação de Ponta Grossa, professora Esméria Saveli, está orientando os professores em formação a respeito das mudanças recentes no currículo e sobre a nova forma de organização das aulas na rede municipal de ensino. Nesta segunda (15), cerca de 300 alunos do curso de Formação de Docentes do Colégio Santana e do Instituto de Educação receberem as orientações.
 
Com a mudança dos currículos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental em Ponta Grossa, torna-se necessário demonstrar essas mudanças para os atuais estudantes universitários e do curso de formação docente (Magistério) matriculadas nas instituições públicas e particulares. A SME está orientando acadêmicos de Pedagogia e alunos do Ensino Médio a respeito dessas mudanças, explicando também como funciona a Rede Municipal de Ensino, o Ensino em Tempo Integral e o sistema de organização do tempo nas escolas – chamado Ensino por áreas de conhecimento, ou blocos.
 
“Estes alunos e alunas, em breve, vão entrar em campo de estágio na rede municipal. O objetivo é dar as informações necessárias para que elas entrem em campo de estágio já sabendo como está organizada a rede municipal. Neste trabalho estamos colocando que já estamos com a Base Nacional Curricular Comum implementada na rede, estamos discutindo os princípios que e regem a escola municipal e a escola em tempo integral, para que entrem na rede com mais informações”, conta Esméria.
 
Ela aponta ainda que, a partir destas discussões, os planejamentos de estágio também poderão ser adequados à nova organização curricular, aproveitando ao máximo a experiência dos estagiários e também dos alunos do município. “O mais importante é que, a partir da forma como está organizado o nosso currículo, é necessário que os professore saiam de um modelo tradicional e passem a organizar esse estágio em um novo modelo, um novo desenho”, aponta a secretária.
 
Ellen Cristina Ferraz, 17 anos, está no terceiro dos quatro anos do curso de Formação de Docentes do Instituto de Educação. Ela acredita que o contato com as informações irá ajudar na hora do estágio. “Desde a minha infância, sempre tive o gosto pela educação, minhas primeiras brincadeiras sempre foram de ser professora. Conversar diretamente com a secretária é muito importante para esclarecer dúvidas. E esse espaço que ela está abrindo para conversar com o curso será muito importante para a gente poder, futuramente, entrar em campo de estágio e trabalhar com a rede municipal”, conta a futura professora.