LINHA DE LEITURA: Escola Municipal Aldo Bonde adere ao programa de leitura do Rotary

Rodrigo K.
 
Programa “Linha de Leitura” apoia a evolução do letramento dos alunos, ajudando a ler com mais fluência
 
Os alunos da Escola Municipal General Aldo Bonde, no Lagoa Dourada, receberam nesta semana um grupo de rotarianos ponta-grossenses para um importante lançamento. O time de voluntários está apoiando o letramento dos alunos por meio do programa Linha de Leitura, que possui método para ajudar a desenvolver a fluência e agilidade na leitura e interpretação de textos literários de crianças em alfabetização. Nove clubes do Rotary, representando mais de 300 membros, estão apoiando a ação.
 
O projeto é realizado em parceria com os professores e equipe da Secretaria Municipal de Educação, tendo em vista ajudar no desenvolvimento educacional das crianças, complementando o processo de alfabetização e acelerando o letramento – habilidade de ler com rapidez e interpretar corretamente os textos literários. Foi uma visita simbólica, uma vez que o trabalho já foi colocado em prática desde o início do ano letivo.
A diretora da escola, Eliane Stacheski, o programa está sendo aplicado especialmente com crianças que precisam desenvolver uma evolução mais rápida. “Neste momento estamos com oito turmas selecionadas, do quarto e quinto anos, que estão evoluindo rapidamente. Em pouco tempo este trabalho vai chegar a todos os 1,2 mil alunos da escola Aldo Bonde”, conta a diretora.
 
Neste ano o ‘Linha de Leitura’ está em quatro escolas municipais, conta o coordenador do programa de leitura, Mário José Aqsenen. O programa conta com apostilas, fichas de leitura e o carrinho com as cestas de livros, separados por nove níveis de fluência. “Felizmente, as escolas de Ponta Grossa já têm a quantidade de livros necessária e nós não precisamos comprar. Então contratamos a professora que vai realizar a didática, ordenando para que os alunos pratiquem, todos os dias durante vinte minutos, em dupla. Um ajuda o outro a ler. Se um lê errado, outro fala como é. Então isso faz com que as pessoas aprendam a ser ajudadas e aprendam a ajudar”, relata.
 
“Seja a inspiração”

“‘Seja a inspiração’ é o lema do Rotary neste ano. Acreditamos que, ao implantar o programa, estamos também inspirando as pessoas, conectando as crianças ao mundo, fazendo com que elas participem do mundo. Temos um lema permanente no Rotary: dar de si antes de pensar em si”, anota o rotariano.