Prefeitura decreta situação de emergência na saúde pública

Por Gustavo Ban
 
Diretrizes permitem maior agilidade na contratação de profissionais e na compra de insumos
 

Na tarde desta quarta-feira (18), o prefeito Marcelo Rangel decretou situação de emergência em saúde pública no Município de Ponta Grossa para o enfrentamento da pandemia decorrente do novo coronavírus. O decreto permite com que sejam realizadas medidas preventivas mais eficazes na prevenção e no controle da doença.

O decreto assinado hoje autoriza a adoção de todas as medidas administrativas necessárias para o enfrentamento da emergência de importância nacional e internacional, relacionada ao vírus SARS-CoV-2, causador da doença Covid-19, mais conhecida como coronavírus.

As diretrizes têm como base a Lei Federal Nº  13.979, de 06 de fevereiro de 2020, que dispõe sobre as ações que poderão ser adotadas para enfrentamento da emergência e que objetivam a proteção da coletividade.

De acordo com o prefeito Marcelo Rangel, as precauções foram tomadas como forma de prevenção e controle do coronavírus. "O decreto foi ncessário para que possamos fazer contratações emergenciais, não somente dos 33 médicos que assumem imediatamente, e também para a compra de respiradores, ventiladores pulmonares e equipamentos para UTI, além de suprimentos, como máscaras cirúrgicas, luvas e também álcool em gel. Como existe uma demanda muito grande no mundo e em outros municípios do país, nós não podemos ficar na espera. Nós não temos nenhum caso, porém, precisamos ter a responsabilidade de deixar a cidade preparada para qualquer eventualidade", explicou.