FASPG mantém serviços com moradores de rua e orienta sobre importância da higienização

Por Andressa Zaffalon
 
No cenário de pandemia do coronavírus, a população de rua pode encontrar no Centro Pop uma forma de se amparar e de receber os cuidados mais adequados com a saúde
 
A Fundação de Assistência Social de Ponta Grossa segue com os trabalhos realizados com as pessoas em situação de rua e com moradores de rua. Nesse período de pandemia, os serviços estão voltados a enfatizar a importância da prevenção ao novo coronavírus e disponibilizar a essa população um serviço de qualidade e dignamente humano.

Desde esta semana, a população de rua está sendo orientada sobre questões de higiene e a respeito da importância de se evitar aglomerações. No Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS POP), focado no atendimento à população em situação de rua, as pessoas atendidas almoçam, ganham o lanche da tarde e recebem indicações sobre os cuidados a serem tomados para evitar o contágio da Covid-19. O horário de atendimento está sendo das 10h às 16h e os atendidos podem aproveitar o tempo para tomar banho e lavar suas roupas.

Para a presidente da FASPG, Simone Kaminski, o momento atual requer uma assistência cuidadosa a essa população, reforçando as orientações sobre os cuidados a serem tomados para evitar que as pessoas em situação de rua se contamine com o vírus. “Os serviços no Centro Pop não pararam. As assistentes sociais estão realizando os trabalhos de prevenção. Por mais que muitos serviços não estejam mais funcionando na cidade, não podemos deixar essas pessoas desamparadas em um momento de crise como esse. Para isso, estamos orientando que eles evitem aglomerações e fiquem mais distantes uns dos outros”, afirma Simone.

Hoje, a cidade conta com cerca de 120 pessoas em situação de rua e 65 pessoas que são moradores de rua. O Serviço de Abordagem Social também continua em Ponta Grossa. O atendimento está ocorrendo em regime de plantão, no telefone 98872-3820 durante o dia, no período da noite das 21h às 23h e aos finais de semana.  A FASPG também ressalta que os serviços da Casa de Passagem também estão abertos para atender a população que necessitar de acolhimento, com encaminhamento da equipe do Centro POP.

“Sei que há muitas pessoas preocupadas com as que necessitam de acolhimento, mas o ideal é que a população oriente os moradores de rua a se dirigirem ao Centro Pop para que todo o esforço em prol deles seja concentrado em nós”, destaca Simone.

A FASPG também pede que as pessoas colaborem com doações de materiais de higiene e alimentos. O intuito é garantir que a população tenha insumos suficientes para conseguir enfrentar essa pandemia de forma segura. As doações podem ser entregues tanto no Centro Pop quanto na Fundação.

O Centro Pop localiza-se na rua Tobias Monteiro, 74. Já a FASPG está localizada na rua Joaquim Nabuco, 59.