DOMINGO - PG reduz custeio em R$ 11 milhões

A gestão inteligente dos recursos e práticas modernas de administração pública colocam Ponta Grossa novamente em destaque, no cenário nacional. A cidade é mencionada como exemplo de gestão eficiente pelo anuário Multi Cidades, que analisa as condições administrativo-financeiras dos mais de 5 500 municípios brasileiros. Desta vez, Ponta Grossa aparece com destaque pelos resultados obtidos na gestão dos recursos utilizados para custeio da máquina pública. Em toda a região Sul, os dispêndios com custeio aumentaram em R$ 500 milhões, entre 2004 e 2005, saltando de R$ 10,3 bilhões para R$ 10,8 bilhões. Diversas cidades apresentaram variação positiva; ou seja, aumentaram os gastos com o custeio administrativo nas novas administrações. Esse foi o caso, por exemplo de Canoas (RS), que aumentou sua despesa em R$ 34,6 milhões, e o de Maringá, que passou a gastar mais R$ 27,3 milhões por ano. Ponta Grossa está no grupo oposto, dos municípios que obtiveram as reduções mais significativas, e de que fazem parte Araucária, Florianópolis (SC), Pelotas (RS) e Foz do Iguaçu. Ponta Grossa, conforme atestam os dados oficiais e destacou o anuário, conseguiu reduzir em R$ 11 milhões os gastos com custeio. Mas o grande feito está na proporção: a participação média da despesa de custeio na receita corrente dos municípios da região Sul do país é de 41,7%. Ponta Grossa é, na região Sul, o município que menos comprometeu sua receita corrente com custeio, alcançando 29,8% no primeiro ano da administração Wosgrau (2005). No ano anterior, ainda sob outra administração, cerca de 40% da receita corrente de Ponta Grossa era consumida com o custeio.

Doações do Banco de Alimentos cresceram 41%

Entidades cadastradas no programa Banco de Alimentos, mantido pelo Serviço de Obras Sociais – SOS – do município de Ponta Grossa, que é ligado à Secretaria Municipal de Assistência Social, receberam um volume expressivo de mantimentos no ano passado. O aumento das doações chegou a 36 000 quilos, segundo o coordenador do programa, Roberto Mryczka. Esse número representa um incremento de quase 41% sobre as doações verificadas no período imediatamente anterior. Em 2005, primeiro ano da gestão Wosgrau, as transferências de alimentos alcançaram quase 88 toneladas. No ano passado, esse número subiu para pouco menos de 124 toneladas. Esses alimentos foram distribuídos entre as setenta entidades assistenciais cadastradas no programa Banco de Alimentos.

PG terá “carnaval possível”, diz Elizabeth

“Ponta Grossa terá o Carnaval de rua possível. Pode não ser o desejável, para alguns. Para outros, pode ser até um desperdício de recursos públicos. Mas é o que nós podemos fazer”, diz a secretária municipal de Cultura, Elizabeth Silveira Schmidt, a respeito dos investimentos públicos no carnaval de rua deste ano, que devem ficar em R$ 40 000. “Temos que ter consciência de que nosso município tem carências muito grandes, que são vistas como prioridades pela administração. Assim, não faria sentido agora fazer um investimento mais elevado nessa festa pública”. Segundo a secretária Elizabeth, a determinação do governo Wosgrau, de prestigiar as festas populares, “se mantém desde o primeiro mês de gestão. Estamos atentos às demandas populares e fazemos o possível, dentro das nossas limitações orçamentárias, para atendê-las”.

Agência Brasil destaca ações de Ponta Grossa

A Agência Brasil, que transmite notícias do país inteiro e pertence à Radiobrás, divulgou ontem que em função de práticas inteligentes de gestão dos recursos disponíveis, o município de Ponta Grossa conseguiu reduzir a evasão escolar. De acordo com a nota, distribuída no site da Agência Brasil às 6h29, o Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar, do Ministério da Educação, prioriza o atendimento de crianças da área rural, matriculadas no ensino fundamental. Os estudantes da área urbana mesmo que morem longe da escola, não costumam ter acesso a transporte gratuito. Mas em Ponta Grossa, ao contrário, têm. A nota distribuída pela Agência diz que na tentativa de compensar essa restrição, vereadores de Ponta Grossa aprovaram uma lei que prevê transporte escolar gratuito tanto para os alunos da área rural quanto da urbana. A lei do passe livre, no entanto, está em vigor desde o primeiro mandato do prefeito Pedro Wosgrau Filho (1989-1992). Também segundo a agência, os estudantes do ensino fundamental e médio, do turno da noite, também vão para a escola de graça.

RAINHA E REI MOMO - Inscrições serão abertas dia primeiro

Serão abertas no dia 1o de fevereiro as inscrições para candidatos a Rainha e Rei Momo do Carnaval 2007 de Ponta Grossa, segundo regulamento disponibilizado na segunda-feira pela Secretaria Municipal de Cultura, e que estará disponível também no site da Prefeitura Municipal nos próximos dias.

RODOVIARIA - Orbe oferece menor preço pela obra

Das seis empresas que apresentaram propostas técnicas e financeiras para a construção do novo Terminal Rodoviário de Ponta Grossa, a curitibana Orbe, segundo o secretário José Ribamar Krüger, de Planejamento, é a que ofereceu o menor preço. A documentação de todas as empresas participantes foi aberta ontem, conforme previsto em edital, e todas foram consideradas habilitadas a participar do processo. “Não houve nenhuma impugnação”, reforça Krüger. A seu convite, uma advogada – Adriane Guasque – e um técnico da Seção de Controle Interno – assistiram a todo o processo.

CARNAVAL - PG terá desfiles e baile municipal

O Executivo Municipal encaminha provavelmente nesta terça-feira à Câmara Municipal mensagem – e pedido para convocação em período extraordinário – em que solicita a autorização legislativa para a concessão de auxílio financeiro às escolas de samba do município. De acordo com o prefeito Pedro Wosgrau Filho, a secretária municipal de Cultura, Elizabeth Silveira Schmidt, atendendo a uma reivindicação dos carnavalescos e entidades ligadas ao setor cultural, estabeleceu um cronograma para prestar “o auxílio possível” à entidade representativa das escolas de samba. De acordo com Wosgrau, o município está solicitando à Câmara autorização para destinar R$ 40 000 às entidades carnavalescas. Além desse valor, o Executivo estima que sejam empregados mais perto de R$ 15 000 na realização de um baile municipal, com programação definida pela Secretaria Municipal de Cultura.

Obras afetam tráfego no centro

As diversas obras de recuperação e reconstituição de pavimento que o governo municipal está executando, na região central da cidade, estão afetando temporariamente o fluxo de tráfego. O presidente da Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte, Edmir José de Paula, diz que os motoristas e pedestres devem ter paciência, porque é impossível promover desvios efetivos de todos os trechos. Mesmo assim, ele destacou agentes municipais de trânsito para, pelo menos nos horários de pico, tentar amenizar os engarrafamentos, que considera inevitáveis. “É um incômodo temporário para um benefício permanente”, explica Edmir.

Município prepara ações de conscientização sobre DST

Em vista da proximidade do Carnaval, o governo princesino, através do Programa Municipal de combate às doenças sexualmente transmissíveis, especialmente a síndrome da imunodeficiência adquirida (DST/AIDS), está promovendo oficinas de sensibilização. O público-alvo dessas oficinas é formado por agentes comunitários de saúde, que atuam na linha-de-frente, isto é, nas unidades básicas de saúde. O objetivo é orientar e preparar os agentes para desenvolver ações junto à população, na semana que antecede o Carnaval, promovendo atitudes preventivas – em relação a todas as doenças sexualmente transmissíveis.

IPTU - Quase 1 500 carnês são distribuídos ao dia

De acordo com levantamento do Departamento de Receita, da Secretaria Municipal de Finanças, estão sendo entregues todos os dias, na Central de Distribuição montada pela prefeitura na antiga sede da Afepon, cerca de 1 500 carnês do Imposto Predial e Territorial Urbano, que terá seu primeiro prazo de vencimento – para pagamento à vista com desconto de 20% - no próximo dia 22. O diretor do Departamento, Bruno Garofani, diz que ainda está sendo avaliado o fluxo de recursos e solicitações de isenção e desconto, recebidos diariamente na Praça de Atendimento da prefeitura Municipal. Mas ele lembra que em virtude da aproximação com o final do prazo, os contribuintes não devem deixar para retirar os carnês na última hora, evitando assim filas. Tecnicamente, restam apenas mais cinco dias úteis para pagamento do IPTU à vista, com o desconto legal de 20%. Cerca de 75 000 dos mais de 109 000 carnês já foram distribuídos, de acordo com a Secretaria Municipal de Finanças, boa parte deles por via postal.

Obras do Centro de Lazer já estão em andamento

Foram iniciadas esta semana as obras do Centro de Esporte e Lazer para Pessoas com Necessidades Especiais – citado na documentação do governo como CEL-PNE, que será construído com recursos do programa Paraná Urbano, na área conhecida como Parque de Olarias, entre as ruas Silva Jardim e Ermelino de Leão. De acordo com o prefeito, aquela área, que se encontrava subutilizada, merece uma destinação nobre e, com a implantação desse centro, vai também atender a uma demanda cada vez maior da comunidade portadora de necessidades especiais.

SAMU e SIATE fizeram 1.457 atendimentos em dezembro

Durante todo o mês de dezembro, os socorristas do Sistema Integrado de Atendimento ao Trauma e Emergência (Siate) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Ponta Grossa, atenderam a 1 457 ocorrências, o equivalente a 47 a cada dia – contando sábados, domingos e feriados – ou 1,9 a cada hora.

Wosgrau receberá selo de prefeito amigo da criança

O município de Ponta Grossa figura entre os que receberão, da Fundação Abrinq pelos Direitos da Criança, o selo de “Prefeito Amigo da Criança”, em função do termo de compromisso com a criança e o adolescente. Esse documento, de acordo com a Fundação, reconhece “as cidades e os prefeitos que desenvolvem políticas públicas para garantir os direitos das crianças e dos adolescentes”.

Agência cobra da Sanepar reparos em rede de esgoto

Em decorrência do transbordamento de esgoto numa rua da vila DER, e solicitada por moradores, dois diretores da Agência Reguladora de Águas e Saneamento – ARAS – fizeram uma inspeção no local, na última segunda-feira. O diretor de Qualidade e Fiscalização, Francisco Vieira Júnior, e o diretor técnico, Juliano Penteado de Almeida, verificaram que esgoto doméstico havia transbordado e alcançado o leito da rua e a área de passeios, nas proximidades da empresa Konrad Caminhões. O transbordamento, segundo apurou a equipe técnica da Agência de Águas, ocorreu no que é chamado tecnicamente de Dispositivo Tubular de Inspeção.

Páginas

Subscrever Prefeitura Municipal de Ponta Grossa RSS