Prefeitura leva luz elétrica e saneamento básico para o Ouro Verde II

3 meses atrás em 14 de fevereiro de 2024 às 14:32, possui 187 visualizações até o momento


Serão investidos mais de R$ 600 mil para levar energia elétrica até as residências.

A prefeita Elizabeth Schmidt esteve nesta sexta-feira (9) anunciando melhorias para os moradores do Ouro Verde II. As benfeitorias são relacionadas à energia elétrica, rede de água e esgoto, como também regularização fundiária. Neste primeiro momento serão mais de R$ 600 mil em investimentos para levar luz elétrica para 185 famílias. Cerca de 150 pessoas participaram do evento, que também orientou os moradores.

Desde a semana passada, a Prefeitura realiza o posteamento do Jardim Ouro Verde II. Cerca de R$ 430 mil estão sendo investidos para levar iluminação para a ocupação, com os postes que fazem a distribuição de energia.

Além disso, utilizando o Fundo Municipal de Habitação serão adquiridos os padrões de energia, para instalar nas residências do loteamento para que as famílias consideradas de baixa renda possam solicitar a ligação junto a Copel.

A prefeita Elizabeth comenta que, atualmente, o padrão Copel tem um custo médio de R$ 1.500 reais e, normalmente, a compra é por conta do beneficiário. Neste caso, o investimento deve ultrapassar os R$ 200 mil.

“Com esse incentivo da Prefeitura, as famílias não terão desembolso financeiro e poderão solicitar o fornecimento de energia de forma mais rápida e segura. É uma medida importante que garante mais segurança e qualidade de vida para essas famílias”, disse a prefeita.


Segundo ela, serão estabelecidos critérios de atendimento, vinculados à renda per capta e confirmação de moradia no local, ambos vistoriados pela Superintendência de Habitação, que fará as visitas domiciliares, confirmará as informações e emitirá a autorização para instalar o equipamento no imóvel.

A secretária municipal da Família e Desenvolvimento Social, Tatyana Belo, relata que, após finalizada a instalação elétrica, a Superintendência de Habitação irá recadastrar todos os moradores como o intuito de constatar quem realmente está residindo no local, entregando uma anuência para ir ate a Copel e conseguir formalizar o pedido de ligação de energia em seu lote.

“Imóveis vazios ou que estão sendo apenas utilizados para comercialização serão retomados pela Prefeitura e indicados para novas famílias que necessitam de moradia e que estão cadastradas na Superintendência de Habitação”, comenta.

A prefeita anunciou, ainda, aos moradores, que está em andamento um alinhamento junto a Sanepar para aprovação de projetos e execução das obras de rede de água e rede de esgoto. “Dessa forma, essas famílias terão condições melhores de moradia, com saneamento básico e luz elétrica, garantindo a infraestrutura no loteamento e qualidade de vida para os moradores”, complementa.

“Imaginamos como deve ser difícil viver sem água tratada e sem luz. Por isso, este anúncio é um sonho realizado para os moradores do Ouro Verde. Agradeço em nome da comunidade o trabalho da prefeita Elizabeth, da secretária Taty e do João Horst por atenderem a necessidade dos moradores”, disse o vereador Professor Careca.

O superintendente de Habitação, João Horst, informa que, após finalizada as obras de infraestrutura, a Prefeitura firmará contrato de entrega dos imóveis aos moradores, garantindo o direito a moradia dos que residem no local. “Considerando que é um espaço de ocupação, a regularização fundiária se faz necessária para que o imóvel se torne propriedade do morador”, finaliza Horst.


Galeria de fotos:


Pular para o conteúdo Secured By miniOrange