Panificadora Escola ‘Tia Nastácia’ é inaugurada pela Prefeitura

2 semanas atrás em 2 de maio de 2024 às 11:26, possui 173 visualizações até o momento


Parceria entre o Município, o Rotary e o Senac possibilitou a execução do projeto.

A Prefeitura de Ponta Grossa, por meio da Fundação Municipal de Assistência Social (FASPG), inaugurou nesta semana a Panificadora Escola ‘Tia Nastácia’, que é um projeto de parceria entre o Município, o Rotary e o Senac. A estrutura tem por finalidade a capacitação prioritária de usuários do Sistema Único de Assistência Social (Suas). As aulas terão início no dia 20 de maio.

A prefeita Elizabeth Schmidt entende que a Panificadora Escola atenderá uma demanda crescente no mercado de trabalho. Segundo ela, tanto para panificadoras, mas também para mercados e supermercados, a procura é grande por profissionais, como também os egressos podem abrir seu próprio negócio.

“O desenvolvimento profissional é de extrema importância na atualidade. Vejo neste trabalho que iniciamos diversas oportunidades para os alunos que passarem por aqui e para os empresários do setor”, disse a prefeita.

Os equipamentos para o funcionamento da Panificadora Escola foram doados pela Fundação Rotária do Rotary Internacional, com investimentos de R$ 182 mil.

José Emilio Mendes, atual vice-presidente do Rotary, conta que acompanhou a criação do projeto enquanto era presidente. Ele destacou que a Fundação Rotária do Rotary Internacional só aprova investimentos dessa envergadura se o projeto estiver preenchendo todos os critérios, de forma rigorosa.

“Tínhamos o recurso e precisávamos de parcerias para fazer acontecer. Quando falamos do projeto para a prefeita Elizabeth, ela se encantou. Nós do Rotary ficamos muito contentes de podermos contribuir com a qualificação profissional”, comentou Mendes.

Cristina Soltovski de Oliveira, responsável técnica do Café-Escola do Senac, da Estação Saudade, aponta que a parceria com o Senac acontece desde o inicio do projeto, na orientação dos equipamentos que seriam necessários para a instalação de uma panificadora escola.

“Participamos desta iniciativa desde o início, com o planejamento dos equipamentos, dos utensílios que utilizariam na cozinha, até mesmo vendo o que precisaria de estrutura física”, contou. “Agora, com a cozinha já montada, o Senac contribui com a qualificação dos alunos tanto com os instrutores como também com os insumos necessários para as aulas práticas”, acrescentou Cristiana, que destaca ainda que serão possíveis cursos de longa duração, de 180 horas, mas também aqueles mais rápidos, com 15, 40 e 60 horas nos turnos manhã, tarde e noite para atender melhor a população.

A presidente da FASPG, Tatyana Belo, comenta que a seleção dos alunos será responsabilidade da equipe técnica dos CRAS, visando oferta de vagas mais homogênea para a comunidade. Segundo ela, a primeira turma inicia no dia 20 de maio.

“Os cursos terão duração de aproximadamente quatro meses para 15 alunos. Assim que formados, os egressos serão direcionados para o mercado de trabalho ou formação para o empreendedorismo”, explica Tatyana, salientando que os alunos podem levar os pães produzidos nas aulas para consumo de suas famílias e que, depois que a produção aumentar, será destinada para entidades socioassistenciais.

“Em nome de todos os futuros profissionais que se formarão aqui e dos empresários do setor que irão se beneficiar com a mão de obra qualificada, agradeço a Fundação Rotária do Rotary Internacional e ao Senac, pela parceria e por auxiliarem o poder público a transformar a sociedade”, finalizou a prefeita Elizabeth Schmidt.


Galeria de fotos:


Pular para o conteúdo Secured By miniOrange