Prefeita Elizabeth discute contrato da Sanepar com vereadores

4 meses atrás em 26 de outubro de 2023 às 17:34, possui 197 visualizações até o momento

A prefeita Elizabeth Schmidt realizou nesta quinta-feira (26) uma reunião com vereadores e secretários municipais para tratar da questão que envolve o contrato com a Companhia de Saneamento do Paraná – Sanepar. Durante a reunião, a prefeita apresentou aos vereadores um estudo sobre nova composição de uma possível relação financeira com a Sanepar, o que ainda está em avaliação.

“Essa reunião é para apresentar, de forma clara e transparente, os fatos relativos ao que temos, no que podemos avançar e quais as nossas opções. Não tem ninguém aqui que esteja mais preocupado com a situação do nosso saneamento do que eu. O contrato da Sanepar foi um dos primeiros tópicos que eu apurei assim que assumi a Prefeitura. Sei do impacto que esse serviço tem, pois sabemos que não existe cidade maior, melhor, ou mais humana, se não tiver água e saneamento básico”, disse a prefeita, ao abrir a reunião.

Elizabeth Schmidt destacou também que a atual gestão está trabalhando e discutindo a questão do contrato do saneamento há muito tempo. “Já discuti com a diretoria da Sanepar sobre a dívida que a empresa alega que tem com a cidade, e também o que já foi feito para melhorar esse balanço. Tratei principalmente daquilo que é nossa prioridade: garantir abastecimento de água, com segurança, coleta e tratamento de esgoto no nível máximo. E não abro mão disso”, ressaltou.

A prefeita afirmou ainda que a atual gestão está buscando ajustar soluções para a nova captação de água, objetivando estender o tratamento de esgoto para regiões que ainda não tem. “Desde o novo Marco Legal do Saneamento, o município passou a integrar uma macrorregião que tem poderes para propor a manutenção dos contratos vigentes, conforme foi deliberado em assembleia há alguns dias, independentemente da posição de cada Prefeitura”, finalizou.

A Sanepar tem atualmente um saldo de ativos superior a R$ 1 bilhão em Ponta Grossa, em instalações. De acordo com o secretário da Fazenda, Cláudio Grokoviski, a Prefeitura possui uma dívida histórica, de quase 23 anos, com a Sanepar.

“Hoje essa dívida está na casa de R$ 85 milhões. A proposta traz a possibilidade de ‘zerarmos’ essa dívida, com 90% de desconto na correção, sem desembolso por parte do Município através do encontro de contas com o valor proposto pela Sanepar através de parcerias ambientais”, explicou.

A reunião desta quinta-feira contou com a presença dos vereadores Felipe Passos, Isaias Salustiano, Leandro Bianco, Paulo Balansin, Júlio Kuller, Divo, Joce Canto, Sargento Guiarone e Professor Careca. Também participaram da reunião os secretários municipais Cláudio Grokoviski, da Fazenda; Luiz Henrique Honesko, do Planejamento; Sandro Bandeira, de Meio Ambiente; Gustavo da Matta, da Procuradoria Geral; Edgar Hampf, chefe de Gabinete; e Capitão Saulo, vice-prefeito.


Galeria de fotos:


Pular para o conteúdo Secured By miniOrange